quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Fantasia em mentes...

                           



          Eu queria poder vê-lo o quanto antes, sentir cheiro dele e poder abraçá-lo como nunca abracei alguém. Não vou negar que tive saudades, mas como se pode ter saudades de alguém que nunca se viu, nunca se ouviu? 
          Queria poder dizer lhe tudo o que me diz, dizer que é recíproco e que eu posso sim lhe fazer feliz, mas não posso, não devo e no fundo acho que não quero. Não é que não queira exatamente, é que o que sinto por ele parece não ser real. É um carinho que vai e volta, de acordo com o nosso contato, meio divergente. 
           Faz mais de um ano já... Como o tempo passa rápido! Me faz feliz saber que ele não me esqueceu, que sempre estive em sua companhia de algum jeito. Queria que ele soubesse que também nunca o esqueci, sempre esteve aqui, guardado debaixo das minhas mais profundas e distantes vontades. Não sei muito bem me expressar quanto ao que sinto, é estranho, é como uma fantasia que nunca vai se tornar real, por nunca poder. Não estou dizendo que não quero o ver, é que não sei o que iria acontecer. “ A gente se dá bem mesmo assim ”, como ele mesmo diz. Então que tal ficar assim? Eu sigo minha vida como acho que devo e ele pode assim continuar com a sua. 
           Podemos até nos esbarrar em algum lugar, algum dia... Mas não mudemos em nada, por favor, não quero mudar, não quero deixar isso tudo pra trás, estou feliz assim e penso que ele  também. Espero que ele deixe essa fantasia rondar nossa mente e apenas imaginar o que e como poderia acontecer, deixe tudo como está. Espero que não mude em nada.

Um comentário:

  1. MINHA ESCRITORA MAIS QUE FAVORITA, PODE TE CERTEZA, SOU SEU FÃ NUMERO 1! O SONHO JAMAIS IRA ACABAR ELE JA TA MAIS QUE COMPROVADO QUE SERÁ PARA SEMPRE! do deu maior fã de hoje em diante, Fa....

    ResponderExcluir